Buscar
  • Luciana Adamatti

Disrupção x Co-Criação: Oportunidades à vista!


A aceleração digital, imposta pela nova realidade à qual estamos sendo expostos, está nos levando a um momento de disrupção. Aspectos como educação, economia e tecnologia, entre outros, estão sendo vistos e analisados sob uma nova ótica, para que possamos adequar-nos a já tão falada nova normalidade. Estamos nos dando conta de que é necessário sermos ágeis e assertivos, para seguirmos no mercado. Considerando isso, percebe-se uma oportunidade imensa para a co-criação.


Mas afinal, o que é co-criação? O termo foi usado pela primeira vez em 2004, por C.K. Prahalad e Venkat Ramaswamy , renomados autores da área de estratégia, em sua publicação “O Futuro da Competição”. O conceito de co-criar pode ser resumido como uma forma de gestão ou estratégia econômica que reúne diferentes partes com o fim de produzir um resultado mutuamente valorizado. E quais os impactos disso para as partes envolvidas? Uma relação ganha-ganha. Num exemplo simples, é como se uma montadora de caminhões, ao desenvolver um novo modelo, além de considerar o trabalho de sua equipe interna (desenvolvimento, engenharia, marketing, vendas, etc), também chamasse seus fornecedores, seus distribuidores, seus prestadores de serviços e seus clientes, para apoiar neste desenvolvimento. O possível resultado? Um caminhão mais adequado às expectativas do mercado, porém alinhado com as capacidades do fabricante e de seus parceiros, ofertando um pacote de benefícios incrível ao cliente final, com rentabilidade para o fabricante e seus aliados.


Ou seja: a co-criação pode ser uma grande aliada na geração de oportunidades para todos os tipos de empresas, mas mais ainda para as pequenas e médias. Por quê? Porque elas são as que mais precisarão se reinventar, neste momento, para sobreviverem no mercado, e, no médio prazo, prosperarem. Somando-se isso à disrupção digital, onde quem não “existe” digitalmente, corre o risco de desaparecer, podemos concluir que a aceleração digital, no final das contas, poderá ser muito benéfica para este tipo de empresa.


Como? Os canais digitais tiveram uma aceleração sem precedentes nos últimos 120 dias, e estão cada vez mais sedimentados. Com a confiança dos consumidores no bom funcionamento dos mesmos, somada à comodidade e redução de preços, percebe-se que o que parecia algo distante, já faz parte de nosso momento presente. Muitas empresas, que ainda estavam bastante relutantes não somente em estar ou não no mundo digital, mas se deviam apostar em conceitos considerados “inovadores”, como home office e comércio eletrônico, tiveram a prova de que o sistema “funciona”. Ou seja: ponto para o digital.


Sob esta perspectiva, as pequenas e médias e empresas são aquelas que devem buscar parceria para co-criação de novas alternativas, para desenvolver estratégias que possam fazê-las decolar ou acelerar no mundo digital. E uma das formas mais efetivas para arrancar ou se sedimentar neste novo mundo são os canais digitais de promoção comercial.


Falando-se de empresas e produtos brasileiros, estamos vivenciando um momento extremamente favorável no tocante à exportação. Temos os mais variados tipos de produtos, desde os agrícolas, passando pelos semi-manufaturados, até os manufaturados, com qualidade reconhecida mundialmente. Além disso, nossos produtos estão extremamente competitivos, em razão da variação cambial atual. Ou seja, temos muito a oferecer, e certamente há compradores ao redor do mundo buscando e querendo comprar do Brasil. Porém, no atual momento, onde tivemos uma parada quase que total de todas as movimentações físicas que nos apoiam na promoção comercial, como estes potenciais clientes poderão tomar conhecimento sobre produtos brasileiros? PELOS CANAIS DIGITAIS!


Os canais digitais são os únicos que garantem exposição de seu produto 24 horas por dia, 7 dias por semana, sem limitação de fuso horário. São aqueles que permitem que seu produto seja visto de forma imediata em mais de um idioma. São, eles, também, que permitem identificar a origem real de seus potenciais contatos, proporcionando que você possa fazer campanhas direcionadas para países ou mercados que têm demonstrado mais interesse pelo seu produto. São estes mesmos canais que possibilitam a criação de bancos de dados de potencias clientes, proporcionando que você vá direto diretamente ao comprador que poderá ter interesse pelo seu produto. Além disso, o canal digital é dinâmico, ou seja, as informações nele disponibilizadas podem ser ajustadas ou substituídas a qualquer momento, de forma ágil e assertiva. Outros pontos a ressaltar são o baixo risco envolvido na promoção digital, e, claro, a relação custo x benefício de um canal digital, que é infinitamente superior à relação de um canal tradicional (a participação em uma feira ou viagem internacional é um investimento que não pode ser assumido por qualquer empresa).


A tradebrazil.com pode ser sua aliada para que possamos co-criar, juntamente com sua empresa, oportunidades no mercado internacional, através da promoção comercial on-line. Novas realidades exigem novas estratégias. Quais são as suas?


Converse com a gente. Vamos co-criar novas oportunidades juntos?


Acompanhe-nos em https://linktr.ee/tradebrazilcom.


Um abraço!

8 visualizações0 comentário